Saúde e Trabalho

31 de maio – Dia Mundial sem Tabaco

 31 de maio – Dia Mundial sem Tabaco

O Dia Mundial Sem Tabaco é celebrado todos os anos no dia 31 de maio e foi adotado em 1989, na 42.ª Assembleia Mundial da Saúde, da Organização Mundial da Saúde.

O tabaco mata mais de 8 milhões de pessoas todos os anos e contribui para destruir o meio ambiente.

Impacto do tabagismo na saúde

O tabagismo é considerado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) a principal causa de morte evitável em todo o mundo.

A OMS estima que um terço da população mundial adulta seja fumadora. Em Portugal 23% da população é fumadora. O fumo do cigarro contém cerca de 4700 substâncias, 60 das quais são cancerígenas. Meta

de destas acumulam-se nos brônquios e alvéolos pulmonares podendo levar ao aparecimento de mutações genéticas e consequentemente ao cancro do pulmão e também da boca, laringe, faringe, pâncreas, rins, bexiga, colo de útero e esófago. É também reconhecida a associação entre o tabagismo e as doenças cardiovasculares e respiratórias.

O monóxido de carbono é muitas vezes apelidado de “assassino invisível”, presente no ar respirado pelos fumadores. Os não fumadores podem também inalar CO em espaços fechados utilizados por pessoas que fumam. É um gás incolor e inodoro de elevado grau tóxico. Está presente entre 1 a 5% no fumo do tabaco e possui uma afinidade pela hemoglobina 200 vezes superior à do oxigénio, reduzindo a capacidade de oxigenação dos tecidos e interfere nos sistemas enzimáticos. Aumenta a viscosidade do sangue e provoca lesões nas veias e artérias.

Sabia que…

Através de um teste, semelhante ao do balão, é possível medir o nível de CO concentrado nos pulmões dos fumadores e não fumadores – o teste de espirometria.

O teste de espirometria é um exame de diagnóstico que permite medir os volumes respiratórios, isto é, a quantidade de ar que entra e sai dos pulmões, sendo muito útil para avaliar o funcionamento dos pulmões.

 

Impacto do tabagismo no meio ambiente

A indústria do tabaco contribui anualmente com a emissão de gases com efeito de estufa, agravando as a

lterações climáticas, dissipando os recursos existentes e prejudicando os ecossistemas.

  • Todos os anos, 600 milhões de árvores são abatidas para a produção de 6 triliões de cigarros.
  • O fabrico de um cigarro consome cerca de 3,7 litros de água.
  • A exposição ao fumo do tabaco contribui para a morte de 1,2 milhões de pessoas em todo o mundo.
  • As beatas de cigarro contribuem todos os anos em todo o mundo, com milhares de quilogramas de resíduos tóxicos e de produtos químicos que são lançados no ar, nos recursos hídricos e no solo. São ainda uma das principais fontes de poluição dos oceanos, comprometendo a vida aquática.

A redução do consumo de tabaco deve ser identificada como uma alavanca fundamental para a realização dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.

 

Descarregue ainda o nosso folheto informativo sobre cessação tabágica.